goddess amadahy breaks her stripper lance hart pegging ballbusting scissor. click here to investigate youjizz

Capacidade de produção da empresa: por que é importante conhecê-la?

http://anybunnytv.com/

Capacidade de produção da empresa: por que é importante conhecê-la?

 

Capacidade de produção da empresa: por que é importante conhecê-la?

 

Para manter um negócio competitivo, é importante realizar uma série de planejamentos, cálculos e ajustes. Entre eles, está o de capacidade de produção das empresas.

É por meio dela que se torna possível saber o quanto a sua empresa é capaz produzir, se ela está operando em déficit em relação ao que o mercado exige ou em superavit em relação à sua demanda, registrando, prejuízos em ambos os casos.

Neste artigo, compreenda melhor o que é a capacidade de produção de seu frigorífico e porque conhecer esse elemento é tão fundamental. Acompanhe a seguir.

  • O que é a capacidade de produção da empresa?

Em linhas gerais, trata-se do volume de itens que uma empresa consegue produzir durante um período de trabalho predeterminado – comumente sendo medido por dia, meses ou anos.

Dessa forma, esse indicador corresponde ao número máximo de unidades que uma organização tem a capacidade de produzir com os recursos que possui.

Aqui, é importante perceber que esse potencial produtivo não é estático, uma vez que, para manterem-se competitivas, as empresas sempre buscam novos clientes, mais vendas e incrementos de lucros. E é por isso que conhecer a sua capacidade produtiva é tão crucial, a fim de que não se corra o risco de que o aumento da produção gere, por exemplo, queda na qualidade do produto final ou sobrecarga de equipamentos e funcionários.

  • A importância de se conhecer a capacidade de produção de uma empresa

Muitas vezes, quando se tem o desafio de atender a uma demanda maior, alguns gestores logo pensam em investir em mais equipamentos ou em recorrer às horas extras dos funcionários. Entretanto, essas iniciativas, por mais que possam gerar algum resultado no curto prazo, comumente acabam também acarretando em custos que não fazem delas as melhores opções no médio e longo prazo.

Dessa forma, é preciso sempre aprimorar sua metodologia de gestão – e isso está relacionado, também, ao conhecimento detalhado da capacidade produtiva de sua empresa.

A partir disso, torna-se possível:

  • Detectar uma capacidade inutilizada de produção na empresa em função de desperdício de tempo e de utilização equivocada de equipamentos. 
  • Identificar se sua empresa está operando expressivamente abaixo de sua capacidade produtiva e elaborar táticas para reverter a situação.
  • Realizar projeções financeiras mais precisas, sabendo de antemão se a empresa terá capacidade e recursos de produção suficientes para entregar os produtos necessários para conquistar sua previsão de vendas.
  • Fazer um controle de estoque mais assertivo.
  • Saber quanto será preciso investir para atender a uma nova demanda.

  • Calculando a capacidade de produção

Como vimos, a capacidade de produção representa o número máximo de unidades de produção que seu negócio é capaz de entregar a partir de seus recursos disponíveis, como maquinário e mão de obra.

Dessa forma, para calcular a capacidade de produção é preciso, primeiramente, conhecer a capacidade produtiva de cada equipamento. Também é necessário compreender qual é a sua produção por tempo (quantas unidades saem da linha de produção por determinado período), quanto tempo se gasta com interrupções – por exemplo para manutenção de maquinário. Ainda, é preciso estimar a demanda e as vendas a serem realizadas por sua empresa no período. Depois de averiguar essa questão, levando em conta as sazonalidades, deve-se fazer uma projeção de vendas. 

A partir disso, você terá dados para calcular a capacidade produtiva e fazer a gestão dessa capacidade a fim de que ela atenda tanto à demanda quanto às previsões de vendas de sua empresa.

E para verificar como está a taxa de utilização da capacidade produtiva da empresa, deve-se dividir a capacidade disponível pela saída potencial. Por exemplo: se a empresa tem capacidade de fabricar 1.600 peças por dia, mas está produzindo somente 1.400, então sua taxa de utilização da capacidade produtiva é de 1.400 sobre 1.600, ou seja, 87,5%. Assim, quanto mais alto for o percentual, mais próxima de operar em 100% de sua capacidade produtiva estará a empresa.

  • Otimizando a capacidade de produção

Como vimos, exigir mais horas de trabalho da equipe ou sair adquirindo novos maquinários são ações que nem sempre são custo-efetivas e que poderão não gerar o incremento necessário à sua capacidade de produção.

Por isso, é preciso investir em treinamento para os funcionários, para que eles saibam utilizar o maquinário do melhor modo possível, o que favorece a redução do setup e um incremento na capacidade de produção sem fazer outros tipos de investimentos mais robustos. 

Além disso, utilizar um sistema ERP pode também gerar ganhos, uma vez que ele possibilita a gestão de demandas e processos produtivos de forma ágil facilitada. Por meio da preparação de ordens de produção, baseadas em demandas de vendas ou outras necessidades internas, consegue-se ter o acompanhamento em tempo real do processo fabril. Com isso, além do ganho de desempenho produtivo, as empresas poderão registrar diminuição de custos operacionais e desperdícios, além de otimizarem seus processos internos. 

E então, ficou mais claro para você qual é a importância de conhecer a capacidade produtiva de seu frigorífico? Você tem algum outro exemplo de benefício que essa iniciativa pode gerar? Compartilhe sua experiência nos comentários. 

Deixe uma resposta

malayalam