goddess amadahy breaks her stripper lance hart pegging ballbusting scissor. click here to investigate youjizz

Associados

http://anybunnytv.com/

Forte exportação de carne suína deve se manter e chegar a 700 mil t no ano

 As exportações de carne suína brasileira devem manter o ritmo acelerado no restante do ano, chegando a um volume entre 680 mil e 700 mil toneladas nos 12 meses de 2016, disse o diretor executivo da Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS), Nilo de Sá, à CarneTec na sexta-feira (7). 

O setor tem observado uma reação do preço da carne e do suíno nas últimas semanas, influenciado pelo aumento da demanda pelo produto, que tende a ser maior na segunda metade do ano.

“Historicamente, sempre temos o segundo semestre melhor em preços do que o primeiro”, disse Sá. “Temos melhores exportações, o que ajuda a deixar o mercado interno com menos oferta, e as exportações têm vindo de maneira muito forte.”

De janeiro a setembro, o Brasil exportou 474 mil toneladas de carne suína in natura, 41,2% acima do registrado nos nove primeiros meses do ano passado. O valor já supera o total de carne suína in natura exportada durante todo ano de 2015, segundo dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Sá considera que o preço atualmente pago pelo suíno nas principais praças do país, de cerca de R$ 4,20/kg, é um valor bom. “O problema é o custo de produção e não o preco de comercialização”, disse. “O fato é que, com esse preço entre R$ 4,20 e R$ 4,40, a gente não poderia pagar mais que R$ 30 na saca de milho.” 

A saca de milho fechou a R$ 43,75 na quinta-feira (6), segundo o indicador de preços do grão da Esalq/Cepea, uma valorização acumulada de 5,35% no mês de outubro.

Com a aprovação de importação de milho transgênico dos Estados Unidos ocorrida na semana passada e a manutenção da forte demanda por carne suína, o diretor da ABCS espera que o segmento possa recuperar margens. Mas ele afirma que ainda é difícil mensurar em quanto a entrada do milho norte-americano poderá reduzir o custo de produção de suínos e acrescentar margens.

A liberação para a entrada do milho dos EUA no país era a principal medida esperada pelo setor para ajudar a reduzir o custo do grão.

Em julho, analistas do Rabobank disseram em relatório que a indústria brasileira de carne suína deveria recuperar margens no segundo semestre, com expectativa de atenuação nos preços do milho combinada ao aumento das exportações da carne e preços mais elevados. 

Sá disse que a expectativa para crescimento da produção de carne suína em 2016 é de 5% a 6%, em relação a 2015.

Fonte: ROCHAS, Anna Flávia (2016). Site Carnetec: Notícias da Indústria. Forte exportação de carne suína deve se manter e chegar a 700 mil t no ano. Recuperado a partir de http://www.carnetec.com.br/Industry/News/Details/69248.


 

Balança do agronegócio tem superávit de US$ 57,5 bilhões no acumulado do ano

As exportações brasileiras do agronegócio alcançaram US$ 67,36 bilhões de janeiro a setembro deste ano, crescimento de 0,6% em relação ao mesmo período de 2015. As importações, por sua vez, somaram US$ 9,79 bilhões. Com isso, a balança foi superavitária em US$ 57,57 bilhões. Os dados foram divulgados na sexta-feira (7) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Segundo a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI/Mapa), o setor de carnes somou U$S 10,74 bilhões nas vendas externas durante os nove primeiros meses deste ano. Quase a metade é de carne de frango (48,2%). Depois, vêm as carnes bovina (37,7%), suína (9,8%) e de peru (2,2%).

Em relação ao mesmo período de 2015, apenas a carne suína e a de peru cresceram em receita (+12,2% e +1,8%, respectivamente). Mas, em volume, quase todas as carnes aumentaram, com destaque para a carne suínain natura, que cresceu 41,2% (474 mil t).

De acordo com a SRI, os produtos de origem vegetal foram os que mais contribuíram para as vendas externas do setor no período. As exportações de milho chegaram a US$ 3,13 milhões de janeiro a setembro, 43,8% de aumento na comparação com o mesmo período do ano passado. Em volume, a alta foi ainda maior: 52,3% (18,78 milhões de t). A soja em grão teve uma redução de 3,4% na receita (US$ 18,5 bilhões) – o motivo é uma queda de 3,5% no preço médio.

Em setembro, as exportações do agronegócio brasileiro somaram US$ 6,91 milhões, o que representa uma queda de 4,5% em relação ao mesmo período de 2015.

Já nos últimos 12 meses (outubro de 2015 a setembro de 2016), as vendas externas totalizaram US$ 88,63 bilhões, 1% de acréscimo sobre o período anterior.

Análise SRI – setembro

O setor com maior valor exportado em setembro de 2016 foi o de carnes. O total arrecadado foi de US$ 1,33 bilhão, o que representou 19,3% do total das exportações do agronegócio no mês. A carne de frango foi a principal carne exportada com US$ 632,19 milhões (+8,5%). A expansão das vendas externas de carne de frango ocorreu em função do aumento da quantidade (5,4%) exportada e, também, do preço médio de exportação, que subiu 2,9%. A quantidade exportada de carne de frango in natura(353,44 mil t) foi recorde para setembro.

As exportações de carne bovina caíram 9%, diminuindo de US$ 518,04 milhões em setembro de 2015 para US$ 471,61 milhões em setembro de 2016. Por outro lado, as exportações de carne suína tiveram elevação, passando de US$ 120,59 milhões em 2015 para US$ 166,79 milhões em 2016 (+38,3%). O valor exportado de carne suína in natura (US$ 153,73 milhões) foi recorde para os meses de setembro, enquanto a quantidade exportada, 63 mil toneladas, foi recorde da série histórica.

img1

Fonte: AgroStat Brasil, a partir dos dados da Secex/Mdic

 

 

img2

Fonte: AgroStat Brasil, a partir dos dados da Secex/Mdic

 

img3 

Fonte: AgroStat Brasil, a partir dos dados da Secex/Mdic

Fonte: Editores de CarneTec Brasil (2016). Site Carnetec: Notícias da Indústria. Balança do agronegócio tem superávit de US$ 57,5 bilhões no acumulado do ano. Recuperado a partir de http://www.carnetec.com.br/Industry/News/Details/69259.

10 de outubro de 2016

Notícias do Mercado – 10.10.16

Forte exportação de carne suína deve se manter e chegar a 700 mil t no ano  As exportações de carne suína brasileira devem manter o ritmo […]
7 de outubro de 2016

Notícias do Mercado – 07.10.16

ABPA discute crise da suinocultura brasileira em Brasília O presidente executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, participou de audiência realizada na terça-feira […]
6 de outubro de 2016

INFORME MEIO AMBIENTE Nº 15 – 06.10.2016

 ARQUIVAMENTO E INDEFERIMENTO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS AMBIENTAIS PELO SISEMA – ORIENTAÇÕES Devido ao grande número de indeferimentos e arquivamentos dos processos administrativos ambientais estaduais publicados nos […]
6 de outubro de 2016

Documento Entregue ao Ministro do Trabalho

Clique no ícone abaixo para visualizar o documento Da interpretação equivocada da cota de menor aprendiz por parte das delegacias regionais do trabalho e ministério do trabalho […]

malayalam