Como estabelecer uma cultura de resultados em seu negócio?

Como estabelecer uma cultura de resultados em seu negócio?

 

Como estabelecer uma cultura de resultados em seu negócio?

 

Você já ouviu a máxima que afirma que “só é possível gerenciar o que se mede”? Essa lógica está intrinsecamente ligada à cultura de resultados.

Por meio dela, é possível analisar a empresa em profundidade, tomar decisões mais eficientes e liderar com inteligência e assertividade, criando um cenário mais favorável ao atingimento de metas e à consolidação de seu negócio.

A seguir, compreenda melhor o que é uma cultura de resultados e como estabelecê-la em seu negócio. Acompanhe.

O que é cultura de resultados?

 

 

Cultura de resultados, em linhas gerais, é um estilo de cultura organizacional. Essa consiste no grupo de crenças e valores da empresa que são emanadas e se refletem nas ações e decisões cotidianas dos funcionários. 

Quando se tem uma cultura de resultados, os colaboradores de todos os níveis hierárquicos conhecem o seu papel para que a empresa atinja suas metas e opere da melhor forma possível. Aqui, todos não apenas sabem disso, mas, realmente, “vestem a camisa” – isso é, engajam-se e motivam-se para que a organização alcance o melhor resultado possível.

Características de uma cultura de resultados

 

 

Entre os atributos que caracterizam a cultura de resultados, pode-se destacar:

  • Transparência.
  • Comprometimento.
  • Engajamento.
  • Motivação.
  • Orientação a dados.
  • Profissionalização.
  • Melhoria contínua.

Assim, quando se estabelece uma cultura de resultados, passa-se a ter uma gestão mais hábil da operação (melhorando a produtividade das áreas), dos resultados (identificando e otimizando processos e acabando com gargalos que impactam na performance da empresa) e da estratégia do negócio (tendo processos de tomada de decisão muito mais assertivos e adotando-se táticas que sempre estejam a favor da concretização das metas estipuladas).

Como desenvolver uma cultura de resultados em seu frigorífico?

 

 

Se você pensa em estabelecer uma cultura de resultados em seu frigorífico, é preciso saber que isso ocorrerá no médio e longo prazo, uma vez que é preciso mudar e incorporar novos valores e formas de trabalhar e lidar com as demandas laborais e estratégicas na empresa. E isso precisa passar pela alta diretoria, pelos gestores, coordenadores e funcionários do chão de fábrica: somente assim uma cultura, de fato, incorpora-se ao “DNA da empresa”.

Para isso, é preciso:

 

  • 1. Tomar decisões baseado em dados, não em feeling

 

Todas as ações nesse tipo de cultura devem ser orientadas a gerarem o melhor resultado para a empresa. E isso só é possível por meio de análise e estudo de dados concretos.

Quando você conhece em detalhes sua empresa, o mercado, as tendências atuais, os fatores internos e externos que impactam no desempenho da empresa, isso irá gerar uma massa de dados que precisa ser sistematizada e processada para gerar inteligência de mercado. E tendo acesso a isso, o processo de tomada de decisões se torna mais ágil e assertivo, sem abrir espaço para achismos ou feeling sem embasamento que podem estar comprometendo seus resultados.

 

  • 2. Estabelecer metas claras

 

Sem metas claras, torna-se impossível detectar se os resultados esperados foram alcançados ou não. Por isso, é preciso estabelecer metas para que se tenha uma cultura de resultados efetiva.

Assim, a partir de metas claras e bem alinhadas, os funcionários não terão dúvidas sobre o que a empresa espera deles e como seu desempenho está sendo medido. Para isso, é preciso conectar as metas com a rotina laboral dos colaboradores. A partir disso, a execução do trabalho ficará mais objetiva e aderente aos resultados que a empresa espera alcançar.

 

  • 3. Adotar a transparência

 

Nada pior do que a chamada “rádio corredor” para a motivação, o engajamento e a eficiência do trabalho nas empresas. Por isso, em uma cultura de resultados, é preciso transparência.

É importante que as informações relevantes sejam compartilhadas com os funcionários em uma linguagem adequada para que todos compreendam e não tenha-se margem para mal-entendidos. Ainda, é preciso abrir espaço para que os funcionários façam perguntas e expressem suas ideias sem medo de represálias.

Tudo isso estimula a chamada “atitude de dono”, que faz com que os colaboradores sintam-se também responsáveis pelo sucesso da empresa como se fossem “donos ou sócios do negócio”. Dessa forma, o engajamento e a dedicação para que se atinja os objetivos organizacionais serão multiplicados.

 

  • 4. Estimular a boa liderança

 

É importante lembrar de que o líder emana a cultura da empresa em tudo que faz. Ele é um exemplo para os funcionários. Portanto, se sua empresa conta com líderes que não estão comprometidos com os resultados, que não praticam a missão, a visão e os valores da organização para orientar o seu trabalho, não espere que a equipe o faça.

Assim, estimular a boa liderança voltada e comprometida com a cultura de resultados é fundamental para que ela realmente seja adotada e gere frutos em seu negócio.

 

  • 5. Valorizar o bom desempenho e desenvolver talentos

 

A valorização dos funcionários é parte essencial para consolidar uma cultura de resultados. É por meio do reconhecimento do bom desempenho que se estimula que o funcionário permaneça motivado e comprometido com seu trabalho e as metas da empresa.

Além disso, ao desenvolver talentos, você também acaba desenvolvendo sua empresa. Isso porque, cada vez mais, você contará com profissionais qualificados, atualizados e prontos para aplicarem seus novos conhecimentos em prol dos objetivos do negócio.

E então, o que achou da cultura de resultados? Pensa em adotá-la em seu frigorífico? Deixe sua mensagem nos comentários!

 

Deixe uma resposta