goddess amadahy breaks her stripper lance hart pegging ballbusting scissor. click here to investigate youjizz

Absenteísmo: como lidar com ele?

http://anybunnytv.com/

Absenteísmo: como lidar com ele?

 

Absenteísmo: como lidar com ele?

 

Boa parte das empresas já passou ou passa pelo problema de faltas em excesso de um ou mais colaboradores. Eles faltam por diversos motivos, chegam atrasados ou não rendem em suas tarefas. É justamente esse perfil de trabalhador que causa o chamado absenteísmo. Uma situação que pode vir a atrapalhar a produtividade da equipe e causar prejuízos à empresa. Mas o que motiva o absenteísmo?

Insatisfação com salário, falta de estrutura e de plano de carreira e muitas cobranças no ambiente de trabalho são os principais fatores que podem levar a esse problema. Por isso, saber identificá-lo e gerenciá-lo com estratégias para melhorar a motivação do funcionário e o seu rendimento são fundamentais.

A seguir, compreenda melhor o que é e como lidar com o absenteísmo nas empresas. Acompanhe.

  • O que é absenteísmo?

Absenteísmo, ou ausentismo, é a quantidade excessiva de faltas ou atrasos no trabalho por parte de seus colaboradores. A palavra absenteísmo tem origem latina e significa “estar atrasado, fora ou ausente”. Podemos dizer que trata-se do número de horas de trabalho perdidas, seja por faltas, atrasos ou saídas antecipadas. Isso independentemente das causas e justificativas apresentadas.

Nesse caso, se enquadram problemas desde com o transporte até com as consultas médicas e as doenças. Geralmente, os gestores já estimam que os trabalhadores percam uma certa quantidade de dias por ano, mas esse número não pode extrapolar as previsões.

  • Causas que podem motivar ao absenteísmo

Uma pesquisa apontou que, em 2016, o índice de absenteísmo nas empresas brasileiras foi de 12%. Outra pesquisa, realizada com executivos de recursos humanos americanos, indicou que problemas pessoais e familiares superam os de saúde. Foram 26% que justificaram suas faltas como sendo por motivos pessoal-familiares contra 22% por motivos de doença.

Outro estudo, realizado pela empresa americana Circadian, apontou que existem cinco razões muito usadas para explicar as faltas entre os funcionários: doenças dos colaboradores: 30%; questões pessoais: 27%; assuntos familiares: 20%; estresse: 12% e mentalidade de direito (pessoa se considera no direito de faltar): 12%.

Já na pesquisa da CareerBuilder, o índice de faltas dos funcionários aumentou em 2017, nos Estados Unidos. No ano passado, 40% dos trabalhadores justificaram suas ausências dizendo que ficaram doentes – acima dos 35% registrados em 2016.

  • Como o absenteísmo prejudica a sua empresa?

A queda da produtividade da equipe é o principal problema causado pelo absenteísmo. Com a ausência de um colaborador, o trabalho que fica parado ou acaba sobrecarregando os outros colegas, prejudicando o desempenho da equipe como um todo.

De primeira impressão, podemos achar que apenas uma falta não acarreta tantos problemas. Os gestores sabem que o fato de emergências acontecerem com seus colaboradores nem sempre é tão impactante na rotina da organização. Mas, caso isso se torne frequente, como uma vez por mês, ou até uma vez por semana, o absenteísmo acaba se tornando um padrão. Isso com certeza prejudica a produtividade do negócio e o clima organizacional.

  • Como identificar se há absenteísmo em sua empresa?

Monitorar a frequência das ausências dos funcionários é muito importante. Para isso, fique atento, principalmente, quando as faltas são frequentes e não acontecem de forma isolada. Controlar o absenteísmo é sempre um desafio. Uma maneira eficaz é criar uma pesquisa de clima organizacional. Implantando essa prática, você conseguirá mensurar os índices de satisfação e insatisfação da equipe em relação ao ambiente de trabalho, aos colegas, à liderança, ao volume de trabalho e ao clima de trabalho.

Os resultados darão um diagnóstico real da impressão de seus colaboradores, proporcionando o desenvolvimento de estratégias efetivas para corrigir os motivadores do absenteísmo. 

Dicas para você reduzir o absenteísmo

Além de realizar a pesquisa de clima para detectar os motivos para precisos que estão gerando as faltas, também é importante:

  • Proporcione um ambiente laboral saudável

Crie um ambiente que seja agradável de se trabalhar. Em situações de tensão, deve-se reconhecer e parabenizar a equipe pelos esforços e não deixar o estresse tomar conta da empresa.

  • feedback

Os feedbacks devem ser constantes, tanto para pontuar acertos quanto erros. Com os acertos, você trará mais confiança e a sensação de reconhecimento. Os feedbacks a respeito de erros devem ser construtivos e dados em particular.

  • Tenha uma linha de comunicação aberta

É importantíssimo que você trace uma linha de comunicação saudável entre todos os níveis hierárquicos da empresa. Se um colaborador não se sente à vontade para conversar com um superior, ele deve ter alternativas para se manifestar com outra pessoa que possa ajudá-lo e sem medo de represálias.

  • Faça reuniões sobre número e metas

Um dos fatores que podem elevar o número de ausências de funcionários é a falta de clareza quanto às metas da empresa. A equipe precisa ter reuniões que esclareçam essas questões e as formas pelas quais seu desempenho será avaliado.

Gostou do post de hoje sobre absenteísmo? Compartilhe conosco sua opinião e continue acompanhando nosso canal de conteúdo para mais dicas e notícias do setor. Até a próxima.

Deixe uma resposta

malayalam